Internautas reclamam do uso indevido de carros oficiais

Compartilhe:

Têm sido frequentes as reclamações de que servidores públicos estariam fazendo uso de carros oficiais da Prefeitura de Barroso para fins particulares.

Não é de hoje que os internautas cobram das autoridades municipais esclarecimentos, mas até o momento não houve justificativa pública alguma.

Está em tramitação, na Câmara de Barroso, o Projeto de Lei nº 148/2019 que cria a Ouvidoria Municipal. Na quinta-feira (3) aconteceu a segunda discussão, com votação unanime pela sua aprovação.

Em síntese, a implantação da ouvidoria, obrigada pela Lei nº 13.460/2017, será um elo de comunicação entre os barrosenses e a administração pública para receber RECLAMAÇÕES, SOLICITAÇÕES, SUGESTÕES, ELOGIOS, entre outros casos, com tempo limitado para respostas.

No momento, a única via de reclamação é procurar diretamente o próprio poder público até que a lei seja sancionada e o cidadão barrosense passe a ter um canal exclusivo para encaminhar essas e outras reclamações.

Quanto às reclamações dos internautas é preciso entender que estão apenas exercendo a cidadania, pois, compete ao cidadão acompanhar de forma permanente a gestão pública.

A participação popular contribui com os administradores no controle governamental, até porque os gestores, por si só, não dão conta de controlar tudo e todos, ao mesmo tempo. Por isso, a efetiva participação da sociedade é fundamental para o aperfeiçoamento de uma boa administração.

Por fim, vale lembrar, novamente, que a utilização de bens públicos para fins pessoais é proibida.

por Luiz Moreira