Padre Paulo Sergio Ribeiro Sabino

A 2ª Câmara do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) julgou na tarde desta quinta-feira (9) o recurso de apelação relativo à condenação de Pedro Henrique Pamplona Moreira, acusado de matar o Padre Paulo Sergio Ribeiro Sabino em agosto de 2016 em Barbacena. O recurso foi negado, mas a pena foi reduzida de 22 anos e seis meses para 21 anos de prisão.

De acordo com o advogado de defesa do jovem, o objetivo do recurso era desclassificar o tipo de crime pelo qual o rapaz foi condenado: o latrocínio – que significa roubo seguido de morte. A defesa alega que o crime teve motivação passional e não patrimonial. O advogado dele declarou que aguarda a publicação do acórdão com a decisão para avaliar qual recurso será encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A relatora do caso foi a desembargadora Beatriz Pinheiro Cayres. Mesmo com a condenação, o processo segue sob segredo de Justiça à pedido da Igreja Católica, que foi quem divulgou a sentença do julgamento em primeira instância, ocorrido no dia 3 de abril de 2017.

Padre encontrado morto

O padre era natural do Espírito Santo e atuava como vigário na Igreja da Penha, em Barbacena. Ele também era membro da Congregação Irmãos Passionistas São Paulo da Cruz.

O corpo dele foi encontrado por populares em uma estrada de terra próxima ao Bairro Borda do Campo na tarde do dia 26 de agosto. Segundo a Polícia Militar (PM), ele estava com uma sacola na cabeça e tinha sinais de asfixia.

O pároco estava desaparecido desde a noite de 25 de agosto, quando foi visto saindo de veículo após uma reunião com paroquianos no Bairro Caiçaras.

No dia 26 de agosto, a Polícia Civil prendeu um jovem de 19 anos, suspeito do crime. Ele foi encontrado em São Paulo dirigindo o carro do padre. Em setembro, ele foi transferido para o presídio de Barbacena, após a conversão para a prisão preventiva.

O padre foi homenageado durante o velório na Igreja Matriz da Penha e o corpo foi sepultado na cripta do Projeto de Vida, no Bairro Ipanema.

Informações G1