FIGUEIRA COM OS DIAS CONTADOS

Foi publicado em uma rede social da Prefeitura de Dores de Campos um comunicado, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, informando sobre “podas drásticas” que serão realizadas na bicentenária Figueira, da praça central da cidade.
A questão foi decidida em reunião do Conselho de Patrimônio na última quarta-feira (24), e contou com a presença do Prefeito Municipal Toninho do Ninico (DEM).
A poda será realizada dia 6 de maio, pelo Corpo de Bombeiros de São João del Rei. Os galhos menores da Figueira serão disponibilizados à população.
Leia o comunicado oficial:
COMUNICADO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO SOBRE A “FIGUEIRA ENCANTADA”
No dia 23 de abril de 2013, aconteceu, no prédio da Prefeitura Municipal, uma nova reunião com o Conselho de Patrimônio para resolução da questão da Figueira. Nesta, também participaram o Prefeito Municipal, Antônio Américo Ramalho, sua Assessora, Maria Elisa da Silva Resende, e a Secretária de Obras e Urbanismo, Paloma Fabíula Rodrigues Silva.

Depois de muita discussão, tendo em vista que o assunto é extremamente complexo, foi tomada a decisão de realizar podas drásticas em seus galhos mais críticos, comprometedores da segurança da comunidade.

A decisão está embasada nos diversos laudos, feitos nesta e na Administração anterior, os quais indicam a necessidade urgente destas podas. Inclusive no último laudo, do Biólogo Éder Flávio Rede, há a mesma indicação, embora sugira um tratamento em seu tronco, processo que custará para a Prefeitura algo em torno de R$ 57.000,00, sem nenhuma garantia de sobrevida por um tempo determinado.

Sendo assim, no dia 06 de maio de 2013, o Corpo de Bombeiros de São João Del Rei realizará tais podas, garantindo a segurança da comunidade.

Junto a isso, um trabalho de conscientização será realizado nas Escolas na semana anterior à realização das podas e, no dia 05 de maio, haverá uma Cerimônia, na qual serão apresentados os trabalhos dos alunos.

Galhos menores da Figueira serão disponibilizados à comunidade e os maiores serão levados ao Almoxarifado Municipal, onde serão tratados a fim de darmos o destino merecido à parte importante de nossa história.

O que restará da Figueira na Praça será tratado, na medida do possível, para garantir à árvore uma sobrevida um pouco maior.
Como a Figueira não é uma espécie urbana, quando a nossa “Figueira Encantada”, futuramente, for removida, o ideal é que não se plante uma nova no mesmo local e, sim, em outro, ainda em estudo.

Para a preservação não só da Figueira da Praça Central, mas também das Figueiras da Caveira e do Bairro Paloma, bem como das demais árvores de nosso Município e, ainda, dos nossos bens tombados, a SECULT estará promovendo uma campanha e vendendo camisas, a R$ 20,00, indicando a necessidade de preservação do Meio Ambiente.

Dores de Campos, 24 de abril de 2013.

Carina Ribeiro de Carvalho Costa – Secretária Municipal de Cultura e Turismo.

Compartilhar
Notícia anteriorCADASTRE SEU CÃO!
Próxima notíciaSUSPEITA DE DENGUE