Executivo consegue pagar salário de agosto dos profissionais da educação

O Prefeito de Barroso, Reinaldo Fonseca (PSDB), após reunião com a equipe da área financeira da Prefeitura, apresenta, abaixo, o relatório dos recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que foram pagos parcialmente neste mês pelo Governo de Minas, após a Lei da Secutização, assinada pelo governador no último dia 21 de agosto, duas horas antes do protesto de prefeitos na Cidade Administrativa, motivado pela falta de repasses por parte do governo do estado.

Com isso, a Prefeitura de Barroso conseguirá pagar integralmente o salário dos profissionais da Educação em Agosto, mesmo tendo que complementar cerca de R$ 60 mil com recursos próprios, conforme relatório abaixo.

A diferença negativa no valor de R$ 60.897,41 refere-se ao montante que a Prefeitura teve que arcar com Recursos Próprios para que os profissionais da Educação não ficassem sem o pagamento integral do mês de agosto.

Contrariando o que foi definido na reunião com os prefeitos da AMVER e sensibilizada com a situação dos professores, a administração municipal autorizou a complementação com recursos próprios, tendo em vista se tratar de um valor menor. Com isso, a administração está assumindo toda a responsabilidade futura, inclusive de penalidades que poderá sofrer pelo Tribunal de Contas do Estado.

“Vamos ver e acompanhar os acontecimentos do mês de setembro, torcendo para que esse sofrimento possa realmente acabar”, declarou o Prefeito Municipal, Reinaldo Fonseca.

ADIANTAMENTO

No último dia 15 deste mês a Prefitura, ao invés de pagar os 40% do salário, referente adiantamento, pagou apenas 20%. Relembre aqui