O Governo de Minas vai instalar 10 postos avançados de atendimentos do Corpo de Bombeiros em cidades do interior do Estado.

A finalidade é ampliar a cobertura e descentralizar o atendimento da corporação através de estruturas mais compactas e que demandam menos investimentos para implantação.

Entre as cidades contempladas estão Congonhas, Tiradentes e Santos Dumont.

Atualmente, a corporação está presente em 63 municípios mineiros, por meio de companhias, como a de Barbacena, e batalhões, nos 17 territórios de desenvolvimento.

Para essa expansão, em parceria com as prefeituras, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG) propôs uma estrutura mínima operacional denominada Posto Avançado de Bombeiros Militar (PABM).

As novas unidades disponibilizadas pelos municípios são frações que demandam prédios mais simples, adaptados à realidade de cada lugar. Por isso, não há um padrão de imóvel exigido. Há flexibilidade nesse ponto e o Corpo de Bombeiros avalia se atende às necessidades com segurança e, ao mesmo tempo, obedece ao regulamento interno da instituição.

Agência Minas