Aécio Neves confirma que será candidato a deputado federal

O senador mineiro Aécio Neves (PSDB) anunciou nessa quinta-feira (2), por meio de uma carta, que vai ser candidato a deputado federal nas eleições deste ano. Com isso, o tucano põe fim ao suspense que perdurou nos últimos meses.

No texto, ele diz que avisou hoje ao candidato do PSDB ao governo de Minas Gerais, o senador Antonio Anastasia, da decisão pessoal de não disputar a reeleição ao Senado.

O blog Olho Neles adiantou com exclusividade, nessa quinta-feira, que o tucano iria dar o seu veredito. Ele afirmou no texto que essa foi uma decisão difícil e, somente foi tomada, após meses de reflexão. Nos bastidores é dito que o que mais pesou no veredito de Aécio foi o fato de ele não atrapalhar a candidatura de Anastasia ao comando do Estado, uma vez que é réu em processos de corrupção no âmbito da operação Lava Jato. A expectativa entre os correligionários é de que ele se mantenha distante desse processo eleitoral.

Ele lembrou na nota que já presidiu a Câmara dos Deputados, entre 2001 e 2002, e atuou como líder partidário no governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). “A gravidade da situação do nosso Estado exigirá uma bancada forte e unida na defesa dos interesses de Minas no Congresso e junto ao governo federal. Estou certo de que poderei contribuir para isso”, escreveu o senador.

Com o posicionamento de Aécio Neves, agora Anastasia pode negociar livremente a vaga ao Senado que resta em sua chapa. Entre os cotados estão o jornalista Carlos Viana (PHS) e o deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM), que é pré-candidato ao governo de Minas, mas tem sido sondado para ocupar esse posto por conta de articulações nacionais. A outra cadeira de senador na chapa tucana vai ser ocupada pelo ex-presidente da Assembleia Legislativa de Minas (ALMG) Dinis Pinheiro (Solidariedade).

O TEMPO