FUNDO DO BAÚ

Este verso da tradicional canção do expedicionário instiga a curiosidade sobre a convivência de veteranos da Segunda Guerra Mundial em Barroso. O primeiro deles, Alcides Rosa Maia, natural de São Sebastião das Campinas, veio para Barroso com sua família na década de 1930, passando a residir no “João Gomes” e logo se interagiu com a juventude local, participando da equipe de vôlei. Alcides Maia foi convocado para a guerra e foi morto em combate. Seu corpo foi encontrado, em 12 de dezembro de 1944. Notícia que chegou em Barroso para tristeza de familiares e amigos do pracinha. O soldado José Domingos de Assis veio do “Cajuru” e foi convocado para integrar a Força Expedicionária Brasileira, embarcando para a Itália, em 22 de setembro de 1944. O verso muitas vezes entoado: “Por mais terra que eu percorra não permitas Deus que eu morra, sem que volte para lá” concretizou-se e o veterano retornou para o Brasil vindo constituir família em Barroso onde faleceu em 09 de janeiro de 1995.  Muitos outros veteranos vieram para Barroso, pois a cidade tornava-se acolhedora a muitos desses heróis de guerra. Sendo assim era comum ouvir histórias da 2ª Guerra Mundial e dos tempos difíceis.

Alcides Maia       José Domingos de Assis