Vitória Ventura

“O que mais me motiva é fazer com que as pessoas vejam o que enxergo através do xadrez”, conta Vitória Cristina Ventura, de 16 anos, que, assim como muitos jovens, tenta encontrar o seu lugar no mundo. E quem diria que foi justamente nessa atividade, pouco valorizada e reconhecida, que ela adquiriu o aprendizado necessário para tomar decisões e fazer a diferença.

Sua história com o esporte começou em 2014 quando surgiu a chance de competir nos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), através do FAPI, escola onde estuda. Duas medalhas de ouro nas etapas Microrregional e Regional fizeram de Vitória a primeira aluna a levar o nome de sua instituição às estaduais, em uma categoria considerada difícil. No entanto, um movimento em falso minou suas chances de vencer. Porém, não desistiu e seguiu adiante em sua meta. Uma casa foi avançada!vitoria-ventura-a-cara-de-barroso-2A barrosense descreve que uma das principais exigências do xadrez é o foco e que isso é possível apenas com a prática e estudos constantes. Junto de seu tabuleiro, velho companheiro de guerra, ela demonstra intimidade com cada peça e o diferencial que o esporte é em sua vida. Orgulho da família, a adolescente tem o apoio dos pais, Bonofácio e Eliana, além de seus dois irmãos mais novos Caio e Gabriel. Os amigos também prestigiam e participam da trajetória de Vitória, auxiliando nos treinos e exercícios. Com esse incentivo a mais, finalmente a torre alcança o outro lado do tabuleiro!

JEMG 2015, mais uma vez Vitória leva a primeira colocação nas duas primeiras fases, chegando ao desafio final. No entanto, por uma pequena diferença, ela terminou com medalha de bronze. Quase foi um cheque mate! Mesmo assim, ela continua seguindo em frente e já começou 2016 com mais um ouro para preencher sua parede de medalhas, um pequeno santuário que para ela representa o seu progresso!

Para o futuro, Vitória tem dois caminhos à frente, a medicina ou a arquitetura, mas a garota fala que independente do rumo escolhido, a disciplina e persistência que o xadrez lhe proporciona sempre a acompanharão.

A enxadrista já se prepara para mais uma etapa do JEMG 2016, levando consigo o nome de Barroso e um exemplo de determinação. A rainha começa a dominar o tabuleiro!