“gemidão do zap” fez mais uma vítima, desta vez, na Câmara Municipal de Votorantim, no interior de São Paulo, no meio de uma sessão legislativa. O famoso áudio ecoou no meio do discurso de um vereador e só não o deixou desconcertado do que o presidente da Casa, vereador Bruno Martins (PSDB), dono do celular do qual partiu o gemido.

Os vereadores discutiam o caso de uma cervejaria na cidade que estava fechando uma rua para fazer eventos. Quem falava, quando o presidente da câmara abriu o áudio indiscreto era o vereador Adeilton dos Santos (PPS), que teve a fala interrompida.

Quando percebeu o gemidão, o vereador e presidente da Câmara correu para abafar o som e deixou até o celular cair no chão.

“Agora é Bruno do gemidão, vou me até me candidatar a deputado depois dessa”, brinca o presidente da Câmara, Bruno Martins (PSDB), por causa da fama repentina com o vídeo da sessão, que viralizou.

Veja o vídeo

Intriga da oposição

O vereador disse ter recebido o vídeo de um assessor de uma parlamentar de oposição. “Ele dizia olha o que aconteceu no evento na quinta-feira, e tinha duas moças dançando, aí apertei para ver achando que era relacionado ao assunto (das festas na rua fechada) e era o gemidão”, conta.

O vereador disse que já caiu outras vezes no gemidão, mas em casa e levou na esportiva. “Peguei muita gente, agora chegou a minha vez, e em público”, disse.

Quem nunca?

Segundo o presidente da Câmara, o funcionário responsável pelo envio do vídeo será advertido verbalmente pelo feito. “Ele veio até me pedir desculpas e eu falei pra ele ‘quem nunca’?’ Para mim era suficiente, mas os outros vereadores acharam por bem fazer a ele uma advertência para que não se repita”, diz.