(Foto: David Becker/Getty Images/AFP)

Um grupo de turistas de São João del Rei passou por momentos de tensão durante um passeio em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Eles estavam no mesmo hotel de onde um homem abriu fogo contra o público que assistia a um festival de música country, deixando pelo menos 50 mortos e outros 500 feridos, por volta das 22h (hora local) deste domingo (1).

A reportagem da Rádio São João Del Rei entrou em contato com Lucia Helena Dias, moradora do Tijuco e uma das turistas que estavam no local. Ela contou o que aconteceu:

“Estávamos no teatro do Hotel Mandala Bay assistindo o show One, do Michael Jackson. Do lado de fora deste hotel estava havendo um show lotado. O atirador que estava no mesmo hotel que nós, começou a atirar nessas pessoas. O show que assistíamos dentro do hotel foi interrompido e ficamos retidos dentro do teatro das 22h30 as 4h da manhã. Dali, fomos todos escoltados pela polícia, de ônibus, para um estádio de futebol […] Havia polícia, bombeiro, helicópteros sobrevoando para todo lado. No Paris Hotel, onde estamos hospedados, duas amigas que não foram conosco ao Mandala estavam em visita a outro hotel, e foram levadas para o subsolo. Evacuaram todos os hotéis e todo mundo nas calçadas das ruas. Na saída do estádio fomos revistados um por um e colocados em táxis para nossos hotéis.”

us-reported-shooting-at-mandalay-bay-in-las-vegas-063-856536570-david-becker-afp
Pessoas correm para deixar o local do festival de música country onde um atirador disparou sobre uma multidão em Las Vegas, nos EUA (Foto: David Becker/Getty Images/AFP)

Lúcia Helena está com outras dez pessoas de São João del Rei e um casal de Belo Horizonte. Todos foram juntos com uma agência de turismo e nenhum deles ficou ferido.

Eles estão nos Estados Unidos desde o dia 23 de Setembro e chegaram a Las Vegas na sexta-feira (30). O retorno para São João del Rei está marcado para esta quarta-feira (4).

O ataque

Pelo menos 58 pessoas morreram e mais de 500 ficaram feridas após um homem, identificado pela polícia local como Stephen Paddock, de 64 anos, atirar do 32º andar do Mandalay Bay, um famoso cassino e resort de Las Vegas (EUA), contra uma multidão em um festival de música na noite deste domingo (horário local, madrugada desta segunda em Brasília). A ação já é considerada o maior ataque a tiros da história dos Estados Unidos.

De acordo com a Associated Press, o homem foi encontrado morto por agentes da SWAT que invadiram o quarto. Autoridades afirmam que ele se suicidou após atirar contra a multidão. A polícia encontrou pelo menos dez rifles no quarto utilizado por Paddock para cometer o crime.

O grupo extremista Estado Islâmico(EI) assumiu a autoria do ataque, por meio de sua agência de notícias Amaq. No entanto, até o momento a polícia de Las Vegas não confirmou a ligação com o EI.

Informações Rádio São João del Rei e G1

2017-10-02t082736z_843361081_rc16cfacf310_rtrmadp_3_usa-lasvegas-shooting
Ataque em Las Vegas deixa inúmeros mortos (Steve Marcus/Reuters)