O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE/MG) comunicou à Câmara Municipal de Barroso que concluiu o julgamento das contas municipais do exercício de 2014, segundo ano do último governo Eika. O Parecer Prévio do TCE/MG foi pela aprovação das contas.
 
O Parecer já está disponível para análise do Legislativo Municipal, que de fato é quem julga as contas, baseado na posição técnica do Tribunal. Na Câmara, o procedimento agora é a análise na Comissão de Finanças e Orçamento, formada pelos vereadores Állan Campos (PSDB), que preside, Verinha (PT), vice-presidente e o membro Eduardo Pinto (PV). A Comissão emitirá parecer sobre a posição do Tribunal e encaminhará sua conclusão para o Plenário da Casa.
 
Em Plenário, os vereadores votaram, nominalmente, o parecer. Como as contas foram aprovadas, caso a Câmara discorde do TCE, serão necessários seis votos para derrubar o parecer do Tribunal, e rejeitar as contas.
 
A Câmara tem 120 dias para concluir todo o processo e comunicar ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais.