POPULAÇÃO SE REVOLTA CONTRA LAFARGEHOLCIM NAS REDES SOCIAIS

Uma postagem feita pelo médico e ex-candidato a vice-Prefeito Luciano Napoleão no facebook refletiu a indignação de moradores de Barroso com o investimento de mais de R$1 milhão feito pela LafargeHolcim em Barbacena, em obras de pavimentação da Avenida dos Trabalhadores e para a reforma do Pontilhão.

Sem título

No texto e foto, publicados na noite de quarta-feira (25), o médico expõe o grande investimento na cidade vizinha e questiona a falta de patrocínio para o Hospital de Barroso. A postagem já foi compartilhada por mais de 30 pessoas e recebeu diversos comentários. “Falta de respeito com nossa cidade”, diz um dos comentários publicados. “Aqui fica o desemprego, a poluição, eles sugam tudo dos barrosenses. Que absurdo meu Deus. Está na hora dos políticos reclamarem…”, cobra outro comentário na publicação.

Um outro comentário nas redes sociais chama a atenção para as recentes demissões de barrosenses feitas pela LafargeHolcim. Na última segunda-feira (23), 40 funcionários foram demitidos na unidade Barroso.

Cadê os políticos dessa cidade? É justo uma fabrica em expansão em nossa cidade despedir os barrosenses e deixar os de fora trabalhando? Desculpa de crise? Bobo quem acredita nisso. Falam que não temos mão de obra especializada,eles não dão oportunidade pra quem tem especialização.Pô, vamos acordar gente, esta fabrica alem de não estar dando emprego pra gente ta poluindo nossa cidade e o que sobra pra gente? Doenças. Sou a favor de manifestação contra as atitudes dessa multinacional, porque aqui a gente estuda, estuda, estuda, pra vir um de fora e tirar nossos empregos enquanto uns ganham muito a população fica na miséria. Pronto, falei!

A empresa respondeu ao Barroso EM DIA sobre as obras e declarou que firmou parceria com a Prefeitura de Barbacena no dia 19 de outubro deste ano para preparar a logística de escoamento da produção após a ampliação da fábrica de Barroso. Segundo a LafargeHolcim, o investimento de R$ 1.3 milhão em Barbacena permitirá o transporte de cimento a granel via linha férrea, impedindo o aumento da circulação de carretas no interior da cidade. Ainda em nota a cimenteira explica que esse investimento foi necessário devido ao acesso das carretas ao terminal acontecer pelo interior da cidade, ao contrário de Barroso, que tem o acesso de caminhões realizado pela portaria localizada na BR 265.

Já sobre as demissões, a empresa justifica o desligamento de 40 funcionários em função do atual momento econômico,  onde foi necessário adotar medidas para ajustar a produção, o que tem como consequência a redução de turnos, a manutenção de apenas um forno em funcionamento nas unidades de Barroso e Pedro Leopoldo, a revisão das tarefas e a reestruturação nos quadros funcionais.

Conselho da Expansão

Um Conselho Municipal da Expansão foi criado pelo vereador Eduardo Pinto (PV) em 2013 para analisar, debater e propor soluções para possíveis impactos gerados pelas obras de Expansão da Holcim. As reuniões são realizadas na Câmara Municipal de forma esporádica. Na última reunião, realizada no dia 16 de novembro, o Presidente do Conselho da Expansão, Jefferson de Paula, levantou a questão do investimento de R$1 milhão e 300 mil em obras na cidade vizinha. Apesar da importância das discussões do Conselho, a presença popular durante as reuniões é pequena, ou quase zero.

POSSE CONS EXP 2