Durante investigação policial minuciosa realizada pela Polícia Civil de Congonhas que durou em torno de dois meses, foram identificados dois suspeitos do crime de homicídio ocorrido no dia 7 de agosto. Os suspeitos foram identificados por meio de imagens de câmeras de segurança ao redor das imediações do local dos fatos.

No dia do crime, os suspeitos caminharam com a vítima até a linha férrea na cidade de Congonhas, e após arremessarem pedras contra ela, colocaram o corpo na linha férrea com objetivo de simularem um suicídio. A vítima teve a cabeça separada do corpo.

Os suspeitos foram presos por meio de mandados de prisão. Em virtude dos mandados de busca e apreensão realizados nas residências dos suspeitos foram encontradas roupas utilizadas por estes no dia do crime, conforme imagens analisadas pela equipe de investigadores de Congonhas.

suspeitos-congonhasEm depoimento o suspeito Robert Augusto Santos Silva confessou a autoria do crime. Robert jogou pedras na cabeça da vítima e após esta desmaiar com a ajuda do comparsa Paulo Augusto Alves Oliveira arrastaram o corpo da vítima até a linha férrea e o colocaram sobre os trilhos. A motivação do crime foi pelo fato de a vítima estar devendo ao suspeito Robert a quantia de R$300 (dívida de drogas).

Participaram da Operação os policiais civis: Aline Costa, Amanda Angélica, Bruno Paiva, Carlos Faria, Célio Amauri, Fabiano Santos, José Élcio, Juliana Neto, Leonardo Barros, Paulo Pereira.

 

Informações Fato Real