Polícia apura caso de jovem baleado dentro de igreja em São João del Rei

A Delegacia de Homicídios de São João del Rei abriu inquérito para apurar a tentativa de homicídio de um jovem de 19 anos que foi baleado dentro da Igreja de Nossa Senhora da Saúde, no Bairro Senhor dos Montes, no último domingo (25).

De acordo com a assessoria do 13º Departamento de Polícia Civil, o delegado Rodrigo Crivellari de Pinho Tavares já se tem informações sobre os suspeitos do crime, que estão foragidos. Depoimentos necessários para a conclusão do caso serão ouvidos nos próximos dias.

De acordo com a Polícia Militar (PM), duas pessoas estão envolvidas no crime. Quem tiver alguma informação que ajude na localização, pode ligar para o 190.

Em nota publicada no site da Diocese de São João del Rei, o bispo Dom Célio de Oliveira Goulart lamentou o ocorrido e fez pedidos de oração para a juventude. “Lamentamos o fato ocorrido na Igreja Nossa Senhora da Saúde, da Paróquia Senhor Bom Jesus do Monte. O fato demonstra a falta de segurança para nossas famílias e o sofrimento de tantos pais, devido à dependência do álcool e das drogas de seus filhos jovens. Rogamos a Deus por nossos jovens, para que possam encontrar um equilíbrio em suas condutas e serem portadores de paz e harmonia para as famílias e a sociedade”, diz o texto.

O jovem está internado no Hospital Regional em Barbacena. Segundo a assessoria da Fundação Hospitalar de Minas Gerais, teve traumatismo craniano e respira com a ajuda de aparelhos. Ainda não foi divulgado o estado de saúde dele nesta terça (27).

Baleado na igreja
O jovem de 19 anos estava sentado em um dos últimos bancos ao lado de dois amigos durante a missa na noite de domingo (25). Dois suspeitos entraram e um deles, que estava armado, atirou contra a vítima. Em seguida, eles fugiram.

A Polícia Militar disse que o adolescente de 17 anos que fez os disparos foi identificado a partir de informações repassadas por testemunhas e denúncias anônimas feitas no Centro de Operações. Houve rastreamento, mas nenhum dos envolvidos foi localizado. Ninguém que estava na igreja ou da comunidade quis comentar o crime.

 

Informações G1