ONDE ESTÁ DEUS?

Onde está Deus? Diante desta pergunta, cada um vai procurar o seu e mostrar nas suas atitudes e ações por onde Ele anda. E não nos importa onde está o seu, o meu, ou o dele porque na verdade cada um carrega o seu onde bem quiser: no bolso, na memória, no cofre ou simplesmente e humildemente cravado no peito, bem no meio do coração, sangrando. Triste, feliz, decepcionado, surpreso, indignado, mas Ele está aqui e ali, na lágrima, no sorriso, no respeito, na vida, na mentira, na verdade e nas boas ou péssimas ações. Deus, no nosso entendimento, é assim. Cada um tem um, de uma forma. Deus de paz, de guerra, que explode, que acalma, que se manifesta ou que se cala. Deus está no barulho das bombas ou no silêncio da humanidade. Pode até ser que Deus esteja na religião e nas ações dos fieis, devotos, delinquentes e fanáticos, mas saibam que Deus está principalmente nas nossas ações e nas nossas palavras, na nossa voz, nos nossos textos, nas imagens, enfim, na comunicação, através de gestos, gritos e sussurros.

O homem não pode brigar porque Deus está nesta e não naquela religião. É preciso entender que Deus está em tudo e aceitar que as indiferenças ainda são a melhor forma de encontrar Deus, seja o seu ou o meu. Acredite! Deus está no diálogo, naquilo que você compartilha, curti, fala e faz. Passe o mal e receba o mal. Transmita a felicidade e a receba de volta. Seja então paz, em verso e prosa, no olhar, na mão erguida. Esqueça o Deus dele, aquele em quem você não crê, e creia no seu Deus, que fará e se mostrará nas suas atitudes. Seja Deus ontem, desde quando abriu a porta, e seja e tenha Deus, seja como for, quando voltar, seja para casa ou para a vida para reencontrá-lo. O mundo precisa conversar urgentemente, aliás, desde quando Deus existe, o mundo precisa conversar sobre essa intolerância. Só assim e assim, a paz irá proliferar. Uma mensagem da comunicação aos homens que explodem por um Deus que ainda nem encontraram. Faça o bem!

Por Bruno Ferreira