OLHAR CULTURAL ENCERRA ATIVIDADES EM GRANDE ESTILO

O projeto Olhar Cultural chega ao fim com saldo bastante positivo. De abril a setembro, a comunidade barrosense recebeu peças teatrais, oficinas de arte e educação ambiental e capacitações que abordaram temas importantes como água, ecossistema, sustentabilidade, gestão de resíduos, entre outros. Foram beneficiadas cerca de três mil pessoas.

Planeta +üguaNos dias 17 e 18 de setembro, foram realizadas apresentações do premiado musical infantil “Planeta Água”, que provocou a reflexão a respeito da preservação deste recurso em cerca de 1360 alunos, professores e moradores da cidade que assistiram ao espetáculo. “Esta atividade veio de encontro ao trabalho sobre meio ambiente que estamos fazendo na escola com os alunos. A forma como foi tratada a questão sobre o uso consciente da água no nosso planeta chamou muito a atenção dos nossos pequenos. Vocês estão de parabéns!”, diz Patrícia Frausino, professora da Escola Municipal Beija Flor.

No dia 18 foi realizada uma nova oficina de grafite com o artista plástico Rudson Costa, que mostrou aos alunos da Escola Estadual Francisco Antônio Pires (FAPI) como esta técnica serve de ferramenta artística social e ambiental. Em maio, o Olhar Cultural já havia trazido o mesmo artista para uma oficina aberta à população de Barroso. Para Jonas Oliveira, de 17 anos e aluno do 3º ano do FAPI, “esta segunda experiência foi fantástica, pois amo desenhar e apresentei aos meus colegas tudo o que aprendi na primeira oficina, em maio. Agora, o trabalho ficará exposto na minha escola”.

Oficina de grafite

A programação terminou com uma capacitação para cerca de 40 professores no dia 22, com a bióloga e educadora ambiental Silvia Gomes Pires Carvalho. A capacitação aconteceu no Auditório Iracema Rocha e teve o tema “Sustentabilidade e Propostas Vivenciais”. “As palestras foram de grande importância, pois nos ajudaram a ter um melhor direcionamento na aplicação dos recursos naturais e como usar os materiais recicláveis no dia a dia”, diz Gilmar Lopes, professor da Escola Municipal Artur Napoleão e do projeto Mais Educação, que participou desta e de todas as capacitações realizadas ao longo do projeto Olhar Cultural.

Capacita+º+úo professoresOutra que participou de todas as capacitações do projeto foi a professora Maria Rosária A. Mandu, da Escola Municipal Clotilde Rocha “Este projeto da LafargeHoclim foi de grande importância para o nosso dia a dia, tanto na área escolar como pessoalmente. Trouxe-nos informações que não tínhamos e muito conhecimento, além de nos orientar sobre a importância e a necessidade de cuidar do nosso habitat para que tenhamos um futuro melhor”, afirma.

Além da atividade para professores, no dia 18 também foram entregues os certificados das oficinas de fotografia e de grafite que aconteceram em maio. O evento contou com a presença da secretária de Turismo, Esporte e Cultura de Barroso, Elaine Brandão.

O Olhar Cultural foi realizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com patrocínio da LafargeHolcim e apoio da Prefeitura Municipal de Barroso. O projeto teve também parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, a Secretaria Municipal de Educação, a Secretaria Municipal de Obras, a Policia Militar, a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis (Ascab) e a ONG Comunidade Ativa.

Elaine Brand+úo e participantes

Assessoria de Imprensa – LafargeHolcim (Brasil) S.A.