Morre a primeira funcionária da fábrica de cimento

Amélia recebendo o troféu no aniversário de 35 anos da fábrica de cimento

 

Faleceu no último sábado (01) a senhora Amélia Eliza Moreira, de 92 anos, que foi a primeira funcionária do sexo feminino a obter carteira profissional na fábrica de cimento Barroso.

amelia-recenteEntre as funções desempenhadas durante os mais de 45 anos na empresa, Amélia trabalhou como cantineira na fábrica, cargo pelo qual deve ser lembrada pelos funcionários da mesma época.

Segundo a família, Amélia era solteira, mas teve uma filha de criação. Ela faleceu em decorrência de uma pneumonia, depois de ficar 15 dias internada. A simpática senhora comemoraria 93 anos no dia 12 de outubro.

Dentro os funcionários, Amélia foi a única mulher homenageada no aniversário de 35 anos da fábrica, em 1990, quando recebeu um troféu.

Um jornal interno da fábrica, do final da década de 80, homenageou a funcionária. Leia:

fabrica-de-cimento