Minas registra 23 mortes por gripe de janeiro a junho deste ano

Minas Gerais já registra, de janeiro a 2  junho deste ano, 105 casos confirmados e 23 mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave causados  pelos vírus da gripe (influenza). Durante todo o ano de 2017, foram 50 mortes e 300 casos confirmados.

A Influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção (crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais). A  notificação às autoridades de saúde é obrigatória na ocorrência de hospitalização ou óbitos.

Os dados foram atualizados pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais, nesta quinta-feira (7). Por causa da greve dos caminhoneiros, o boletim da SES-MG foi atualizado duas vezes esta semana. A paralisação motivou também a prorrogação da campanha de vacinação contra a doença até o dia 15 de junho.

Vacinação

Em Minas Gerais, foram aplicadas 4.091.745 doses até agora, o que representa 73,5% da cobertura vacinal do público-alvo. Devem ser vacinados indivíduos com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, as pessoas que possuem doenças crônicas não transmissíveis, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.