Minas Gerais se torna referência no salvamento em desastres

As técnicas utilizadas pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) nos salvamentos em desastres estão sendo disseminadas em todo o país, tornando o estado referência no atendimento a este tipo de ocorrência.

Além de já ter sido ministrado para corporações em outros estados, como Sergipe e Rio de Janeiro, o Curso de Soterramento Enchentes e Inundações (CSSEI), desenvolvido pela corporação, foi incorporado ao Treinamento de Resposta a Desastres Urbanos da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) e será empregado pelos Militares durante missões em todo o país.

O CSSEI está sendo ministrado para Bombeiros Militares de vários estados integrantes da FNSP e coordenado pelo CBMMG, por meio do Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres (Bemad), voltado para o atendimento a situações de alta complexidade.

Uma barragem no município de Itutinga, a cerca de 270 Km de Belo Horizonte, foi o local escolhido para o curso devido às condições serem similares a uma situação real, com corredeiras e correnteza muito parecidas com as encontradas em enchentes e inundações. As condições permitem que sejam simuladas diversas ocorrências, como salvamento de pessoas ilhadas, retirada de vítimas de correntezas, dentre outras.

De acordo com o Comandante da Companhia de Busca e Salvamento do Bemad e Coordenador do curso, Tenente Leonard Farah, a capacitação específica para os “FN”, como são conhecidos os integrantes, partiu de um convite feito pelo próprio órgão. A parceria consolida um marco importante para a corporação mineira.

O treinamento é dividido em dois módulos. O primeiro deles – de salvamento em enchentes e inundações – foi concluído no último dia 15. A segunda etapa, gestão de desastres e intervenção em áreas de risco, já começou e termina no próximo dia 30, também coordenada pela Companhia de Busca e Salvamento, no Gama, cidade satélite de Brasília, onde está localizada a base da Força Nacional.

Um dos diferenciais do curso é a metodologia baseada em doutrinas internacionais de resposta a desastres, elaboradas com a consultoria da Insarag (International Search and Rescue Advisory Group). A rede global envolve mais de 80 países e organizações sob o controle da Organização das Nações Unidas para coordenar ações de busca e salvamento em grandes catástrofes. Os grupos com a certificação Insarag são os primeiros a intervir nessas situações.

Mas a parceria entre o CBMMG não é uma novidade. Desde 2011, a expertise dos Militares de Minas Gerais vem sendo compartilhada com a Força Nacional por meio de instruções de curta duração, nas matérias de soterramento, salvamento em altura e enchentes.

Além de multiplicar conhecimentos para outros estados, o CBMMG será responsável, ainda, pela revisão da grade curricular do curso de nivelamento, pré-requisito inicial para que o Militar FN possa assumir missões quando a tropa for demandada em todo o Brasil.

Informações Prados Online