Orlando Orube e Renata Duarte Dutra, da MBYÁ Produções

O projeto do 7º FESTEBARROSO, inscrito na Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, recebeu sua maior aprovação pela Secretaria Estadual de Cultura. A proposta em valor total solicitado foi aprovada em R$499.873, maior quantia desde sua primeira edição em 2010. Contudo, a MBYÁ Produções, organizadora do evento, ainda aguarda patrocínio.

Com 12 apresentações voltadas para o público adulto e 10 apresentações para o público infantil, além de Rodas de Conversa entre grupos artísticos e público interessado, o 7º FESTEBARROSO é estritamente cultural, porém não deixará de sustentar sua força social.

Como em todas as edições, no ato da troca de ingressos adultos será solicitada doação para instituições filantrópicas da cidade. Além disso, parcerias serão firmadas durante o processo de pré-produção para ações que atendam prioritariamente o público da APAE Barroso e Asilo.

Para os espetáculos infantis, será firmada parceria com a Sec. de Educação do Município, visando a participação e envolvimento de todas as crianças.Todos os espetáculos receberão indicação etária.

O Festival será realizado no Teatro Municipal Iracema Rocha e na Praça Sant’Ana, locais que receberão adaptações possíveis e necessárias para garantir a acessibilidade de todo o público. Novas melhorias de infraestrutura técnica também estão sendo estudadas para atender a diversidade de espetáculos que irão compor a grade de programação e melhorar a visibilidade do público, no Teatro Municipal.

Previsto para acontecer no período de 15 a 31 de março de 2018, o evento espera atingir 12 mil pessoas diretamente. É importante lembrar que não só o público ganha com o Festival, a economia local também, além de 90% da equipe de produção ser composta por profissionais da cidade.

LAFARGEHOLCIM

Em uma coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira(20), os organizadores do evento Orlando Orube e Renata Duarte Dutra, da MBYÁ Produções, destacaram a importância da permanência do patrocínio da LafargeHolcim, que investe no evento desde sua criação.

A publicação da aprovação pela LEIC foi enviada para  o setor de comunicação da empresa no Rio de Janeiro, do qual a organização aguarda o retorno da resposta.

Com publicação tardia da Sec. Estadual de Cultura, o prazo para entrega da Declaração de Incentivo assinada pela empresa patrocinadora empenhando no mínimo 20% do valor total do projeto, é de 31 de dezembro de 2017.

Nessa corrida contra o tempo a MBYÁ Produções, busca novos parceiros que venham a somar e fazer com que o 7º FESTEBARROSO seja mais uma vez, o maior evento  sociocultural da região.

A MBYÁ Produções, hoje situada em Barroso, conta com o apoio popular para que o FESTEBARROSO volte a ser realizado em 2018 e recebido com o mesmo carinho de todas as edições.

RETROSPECTIVA FESTEBARROSO (média quantitativa)

2010 = R$ 240.000

8.000 pessoas, 14 apresentações, no período de 06 a 15 de agosto

2011 = R$280.000

6.000 pessoas,10 apresentações, no período de 03 a 14 de agosto

2012 = R$300.000

7.000 pessoas, 11 apresentações, no período de 12 de agosto a 03 de setembro

2013 = R$300.000

8.000 pessoas, 14 apresentações, no período de 25 de outubro a 08 de novembro

2014 = R$360.000

8.000 pessoas, 14 apresentações, 17 de outubro a 01 de novembro

2015 = R$330.000

6.000 pessoas, 12 apresentações, no período de 15 a 31 de outubro

Ao longo das últimas seis edições, o FesteBarroso (não inclui o FESTECRIANÇA) levou cerca de 43 mil pessoas ao Teatro, exibiu 75 peças e arrecadou cerca de 30 mil litros de leite e duas toneladas de alimentos. Algumas edições, além dos espetáculos, tiveram oficinas artísticas, rodas de conversa, intervenções e performances. A variação do número de público se dá pelas apresentações realizadas em bairros, Bahall e Teatro Municipal.

Confira abaixo o encerramento da última edição do FESTEBARROSO, que aconteceu em 2015