Marluvas já reduziu produção em 50% devido a greve dos caminhoneiros

Os reflexos da greve dos caminhoneiros segue atingindo a vida da população dorense. Além da falta de alimentos nos supermercados e medicamentos nas farmácias, sem falar nos combustíveis e no gás de cozinha, a Marluvas está trabalhando com menos de 50% da sua capacidade de produção, conforme  apurou a reportagem do Portal Dores de Campos na manhã dessa terça-feira (29).

Para se ter uma ideia, a empresa já está enfrentando problemas com a falta de matéria prima. Das sete unidades da Marluvas, apenas uma, a de Prados, continua trabalhando, as demais já estão com a produção totalmente interrompida: Capitão Enéas, São Vicente de Minas, Cruzília, Madre de Deus de Minas, Piedade do Rio Grande e Minduri.

Informações Portal Dores de Campos