Imagem ilustrativa

Uma mulher de 31 anos denunciou nessa terça-feira (9) o padrasto da sua afilhada, de 13 anos, que mora em um povoado da zona rural de São João del Rei, por estupro.

De acordo com a mulher, há aproximadamente um ano ela vem desconfiando que a menina vem sofrendo abusos sexuais.

Nesta segunda-feira (8), ela conversou com a afilhada, que confirmou suas suspeitas e informou que os supostos abusos acontecem dentro de casa e que começaram quando ela tinha aproximadamente 8 anos de idade.

Ainda de acordo com a vítima, os estupros consumados começaram em fevereiro de 2017.

A criança informou também que nunca contou para ninguém pois era ameaçada pelo padastro, e que o crime acontecia até mais de uma vez por dia, e para isso, ele trancava sua mãe do lado de fora da casa.

Ela se recorda também de uma vez que foi levada ao hospital para fazer exames médicos pois suspeitava-se que estava grávida.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Informações Rádio São João del Rei