Greve suspende visitação em 11 parques de MG por tempo indeterminado

Com a aproximação do período de férias escolares, a visitação a 11 parques estaduais de Minas Gerais está suspensa por tempo indeterminado. A interrupção do acesso do público a esses locais tem como motivo a greve dos trabalhadores temporários terceirizados, que alegam estar com os salários atrasados.

A Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Estado de Minas Gerais (Fethemg) denunciou que os vencimentos dos trabalhadores referentes aos meses de agosto e setembro estão atrasados, sem previsão para quitação. Por isso, os servidores cruzaram os braços desde o início da última semana.

Para tentar resolver o problema, na última terça-feira (25), representantes da Fethemg e do Instituto Estadual de Florestas (IEF) participaram de uma audiência de Mediação no Ministério Público do Trabalho (MPT).

Na ocasião, segundo informou o Fethemg, a empresa Cristal não compareceu, porém, o IEF se comprometeu em realizar o pagamento diretamente aos funcionários. Para isso, seria necessário que a empresa enviasse até esta segunda-feira (31) uma planilha com os dados bancários de cada funcionário ao governo, o que não aconteceu.

A reportagem tentou contato com a empresa Cristal, mas ainda não conseguiu localizar um responsável para falar sobre o assunto.

Por meio de nota, o IEF alega estar aguardando o encaminhamento das informações necessárias para que o pagamento seja efetivado. O instituto ainda diz que os valores serão calculados assim que a empresa encaminhar as informações para que o pagamento seja efetuado.

O instituto alega também esperar que a “retomada as atividades ocorra da forma mais rápida possível”.

 

Funcionalismo

Atualmente, a Cristal possui 388 servidores contratados que atendem unidades de conservação em Minas Gerais.

Conforme informou o IEF, 30% desses funcionários estão trabalhando, contudo, as visitações e os agendamentos estão suspensos até que todos os trabalhadores voltem as atividades.

 

Unidades que estão com os serviços suspensos

Parque Estadual do Pau Furado, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

Parque Estadual Lapa Grande, em Montes Claros, no Norte de Minas.

Parque Estadual do Rio Preto, em São Gonçalo do Rio Preto, na região Central.

Parque Estadual do Itambé, em Diamantina, na região Central.

Parque Estadual da Serra Negra, em Itamarandiba, divisa das regiões Jequitinhonha e do Mucuri.

Parque Estadual da Serra do Intendente, em  Conceição do Mato Dentro, na região Central.

Parque Estadual do Biribiri, em Diamantina, na região Central.

Área de Proteção Ambiental das Águas Vertentes, na região do Alto Jequitinhonha.

Monumento Natural da Várzea do Lageado e Serra do Raio, no Serro, na região Central.

Estação Ecológica de Acauã, no Leme do Prado, divisa das regiões Jequitinhonha e do Mucuri.

Estação Ecológica da Mata dos Ausentes, em Senador Modestino Gonçalves, região Central do Estado.

 

Informações O Tempo