GERALDO ACÁCIO, O VEREADOR QUE FEZ HISTÓRIA!

PEB 1Geraldo Acácio dos Santos foi um homem simples, figura popular sempre convidado para os leilões das festas religiosas e que marcou sua atuação na política barrosense. Foi vereador na Câmara Municipal na legislatura de 1959 a 1962, retornando mais tarde para um período de 1967 a 1972. Durante as eleições de 1972, obteve expressiva votação: 461 votos para o mandato de 1973 a 1976. Motivado por correligionários, disputou as eleições para prefeito municipal, vendeu sua fazenda e apostou na vitória. Contudo, não obteve êxito naquelas eleições. Não desistiu da política e retornou para a Câmara durante as legislaturas de 1983 a 1988 e de 1993 a 2000.

Político irreverente e polêmico, protagonizou uma forma inusitada para registro da abstenção do voto: manifestavam se de pé os que eram favoráveis e assentados os que eram contra. Na ocasião, Geraldo Acácio permaneceu agachado. “Não sou contra e nem a favor, senhor presidente.” Terminou sua carreira política de forma brilhante em favor dos mais pobres, sendo o único vereador a votar contra a instalação da COPASA na cidade, entrando em desacordo com seus pares. Faleceu em 13 de maio de 2002. Posteriormente, seu nome foi dado ao plenário da Câmara Municipal. Ele também foi reverenciado em nova denominação do viaduto por meio da lei nº 2.462/2013. No entanto, ainda não foi providenciada pelo Executivo nenhuma forma de homenagem. Parafraseando Geraldo Acácio, “Por conta do que eu pergunto a vossas excelências” ?

Fundo do Baú por Welington Tibério