FESTIVAL DE LITERATURA HOMENAGEIA RUTH ROCHA EM SÃO JOÃO DEL REI

Ruth-RochaA 9ª edição do Festival de Literatura de São João del Rei e Tiradentes (Felit) homenageia a escritora Ruth Rocha e tem como tema a literatura infantil. Com o objetivo de estimular a leitura, o evento gratuito será realizado desta quarta-feira (4) até sábado (7).

Haverá mesas redondas, conferências, oficinas, exposições temáticas e feira de livros. A expectativa da organização é de que 9 mil pessoas participem dos quatro dias de evento.

A abertura será nesta quarta-feira, a partir das 19h30, no Teatro Municipal, em São João del Rei, com homenagem a Ruth Rocha, que não poderá ir ao festival, mas gravou um vídeo. Em seguida, a presidente da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, Elisabeth Serra, participará de mesa-redonda sobre o tema “Literatura e Educação: a conexão possível e necessária”.

Também estão previstos encontros com autores como Ronaldo Simões, Reinaldo Moraes, Jacques Fux, Neusa Sorrenti e Bruna Vieira. A programação detalhada está disponível no site do Felit.

“A partir do retorno do público nos eventos que permitem contato direto com os autores, com exposições temáticas e oficinas literárias, a gente vê que as pessoas respondem de forma positiva à nossa proposta”, disse o integrante da organização, Lúcio Teixeira.

felit 2015

Incentivo
As histórias de Ruth Rocha abordam temas do cotidiano, problemas sociais, políticos e morais, explorando a musicalidade, os versos, as fábulas e os contos de forma moderna e autêntica. A autora ressalta valores como respeito à criança, justiça, liberdade, pacifismo, feminismo e independência.

Os quatro dias do festival concluem um trabalho em parceria com as escolas. Instituições públicas e particulares são convidadas a levar o escritor homenageado para atividades em sala de aula.

“Neste ano, a obra da Ruth Rocha inspirou uma exposição de trabalhos dos alunos no Teatro Municipal. Além disso, 30 adolescentes entre 13 e 15 anos participaram de oficina que trabalhou a escrita e reescrita de textos, artes plásticas e cênicas e a contação de histórias”, destacou o organizador.

O livro “Papagaios me mordam” foi escrito e ilustrado pelos alunos dos 8º e 9º anos do ensino fundamental e do 1° ano do ensino médio das escolas municipais, estaduais e particulares ao longo da Oficina de Formação de Jovens. A obra será lançada na próxima sexta-feira (6) às 18h no Teatro Municipal.

Dificuldades
O organizador Lúcio Teixeira explicou que o evento estava previsto inicialmente para setembro, mas teve que ser transferido para novembro devido a questões financeiras.“Só conseguimos através das parcerias para cessão de espaços no Museu Regional, no Colégio Nossa Senhora das Dores e com a Prefeitura que liberou o Teatro Municipal e também o curso de Jornalismo da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ)”, afirmou.

Outra mudança que o público vai sentir é na realização do festival gastronômico, que terá menos restaurantes participantes. “No ano passado, foram seis estabelecimentos. Neste ano, só dois estão com cardápios inspirados nas obras de Ruth Rocha. Creio que também seja impacto da crise”, explicou.

Informações G1