Festival Artes Vertentes tem mais de 50 atividades programadas

Entre os dias 8 e 18 de setembro, Tiradentes e São João del Rei abrigam arte e loucura. O Festival Internacional de Artes de Tiradentes (Artes Vertentes) traz como tema este ano Elogio à Loucura e homenageia Nise da Silveira, psiquiatra brasileira que batalhou pelo fim dos tratamentos agressivos impostos aos pacientes diagnosticados com transtornos mentais. A programação terá mais de 50 atividades nos campos das Artes Visuais e Cênicas, Cinema, Música e Literatura.

O evento é promovido desde 2012 e ocupa espaços da charmosa Tiradentes, como a Matriz de Santo Antônio, a Igreja do Rosário, o Centro Cultural Yves Alves e o Centro Cultural Sobrado Quatro Cantos da UFMG. Alguns dos destaques de 2016 são o cinema de Fernando Diniz, ex-interno do Hospital Psiquiátrico de Barbacena; a fotografia de Luiz Alfredo, que trabalhou na extinta revista O Cruzeiro e foi o primeiro fotógrafo a registrar os horrores do Hospital Colônia; e palestra de Daniela Arbex, autora de O Holocausto brasileiro, que relata a rotina no manicômio, pela ótica de funcionários, internos e profissionais da saúde. Estão programados ainda concertos de música clássica. Confira a programação completa do site do evento www.artesvertentes.com

festival-artes-vertentes-2016