Exames dão negativo para casos suspeitos de H1N1 em Barroso

O exame do barrosense com suspeita de ter contraído o vírus H1N1 deu negativo.

A informação é de Márcio Leandro Ferreira, o Márcio Enfermeiro, responsável pela Vigilância Sanitária e Epidemiológica de Barroso.

Segundo Márcio, o resultado do exame realizado na Fundação Ezequiel Dias, FUNED-MG, na semana passada, deu negativo. “Havia, como informado, a suspeita. Assim, seguimos o protocolo e foi aberto o tratamento com a medicação. Mas ainda bem que não foi confirmado”, diz

O paciente chegou a ser internado na Santa Casa de São João del Rei com suspeita de Síndrome Respiratória Aguda Grave, provocada pelo vírus Influenza A (H1N1).

Recentemente, dois casos suspeitos, duas crianças barrosenses, também chegaram a ser diagnosticadas com os sintomas, mas os exames finais descartaram o vírus H1N1, ou seja, os recentes casos de Barroso deram negativos.

MORTE

A Prefeitura de Barbacena divulgou há cerca de 15 dias a confirmação da primeira morte por H1N1. A informação não consta no último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Minas Gerais (SES-MG).

VACINAÇÃO

Em Barroso, os profissionais continuam vacinando nos Postos de Saúde.