Que orgulho! Como barrosenses, inclusive no nome Barroso EM DIA, estamos comovidos com a história destes atletas de futebol de salão da Escola Estadual Francisco Antônio Pires, o nosso FAPI. De forma brilhante, estes meninos nos deram um pouco de alegria neste ano tão conturbado de 2017.

Assim, rendemos todas as homenagens a estes meninos que, de dentro dos pilares da educação, a escola, nos trouxeram um grande título. Mais uma prova de que educação e esporte sempre caminham juntos! Não é à toa que um dos países mais desenvolvidos do mundo, os Estados Unidos, investe em atletas que, na grande maioria esmagadora, saem de dentro do ambiente acadêmico, das universidades, ou seja, em um entendimento bem resumido e direto, eles sabiamente acreditam que das duas uma: ou o ser humano se torna uma grande potência mundial no esporte, como vemos ao longo dos anos nas olimpíadas, ou, na pior das hipóteses, se é que existe e podemos intitular como pior, ele se transforma em um grande profissional.

Que fique o exemplo, que autoridades possam refletir sobre esta conquista, mas que sobretudo diretores e professores possam se conscientizar do trabalho em conjunto entre educação e esporte. Sendo assim, se não houver o dom para um determinado esporte, o ser humano irá explorar o dom de uma bela profissão, seja ela na medicina, na engenharia ou em qualquer outro segmento profissional. Essa vitória veio como um vento na contra-mão, em direção à nossa “cara”, para nos mostrar que o mais difícil, o material humano, nós temos, nos falta investimento nos pilares esportivos, como é o caso do Ceclans, que foi construído para revelar talentos. Acordem, façam algo, diz o vento que passou e deixou um breve recado. Reflitam!

por Bruno Ferreira