DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO DE DORES DE CAMPOS DEVEM TAXAS MUNICIPAIS

Em Dores de Campos, no Campo das Vertentes de Minas Gerais, apenas 33% da população efetuou o pagamento das taxas de cobrança de água tratada, esgoto e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), que deveriam ter sido quitados até o dia 10 de setembro.

Os dados foram elaborados a pedido do G1 pela Prefeitura da cidade, que manifestou preocupação. Ano após ano, o número de inadimplentes com o Executivo aumenta, ao passo que a arrecadação municipal diminui.

No caso da água e esgoto tratados, até o início de setembro, foram arrecadados pouco mais de R$ 58 mil, apenas 33,48% dos R$ 174 mil que a Prefeitura deveria receber. Nos últimos 20 anos, desde 1995, o município deveria ter arrecadado mais de R$ 1,6 milhão com o imposto, mas apenas R$ 780 mil entraram nos cofres públicos, o que representa um déficit de 54%.

Já no caso do IPTU, em 2013, a Prefeitura recebeu 52% do valor cobrado da população. Já em 2014, 45% dos habitantes efetuaram o pagamento, enquanto em 2015, pelo menos até o dia 24 de agosto, apenas 33% dos carnês anuais tinham sido quitados.

“Aqui o pessoal não paga a taxa de água e esgoto mês a mês, paga uma vez por ano. É complicado porque a população sabe que, mesmo se não pagar, não vai haver corte do serviço. Pagando ou não você tem a água tratada, por exemplo”, explicou a procuradora do município, Grazielli Germani.

De acordo com ela, a Prefeitura tem feito companhas de conscientização com relação ao IPTU e deve fazer também para a água. O intuito é abastecer os cofres públicos para enfrentar o momento financeiro atual. “Todo o dinheiro que entra ajuda a fechar as contas. O valor que recebemos anualmente não paga sequer a manutenção da represa. A população tem água tratada, mas não paga por isso, fica omissa”, afirmou.

A guia emitida para pagamento dos impostos de 2015 venceu no dia 10 de setembro, mas quem ainda não pagou pode ir até a sede da Prefeitura e retirar um novo boleto, que pode inclusive ser dividido mensalmente até o mês de dezembro, sem cobrança de juros.

Para débitos de anos anteriores, o processo é o mesmo. O morador que estiver inadimplente pode negociar a dívida com o município e dividir em até 12 meses, também sem cobrança de multa ou juros pelo período de atraso.

A Prefeitura de Dores de Campos fica na Praça Francisco de Castro, número 28 e funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Informações G1