Após arcar com um aumento de 11,2% no preço da gasolina em apenas seis dias, o consumidor será surpreendido com uma alta, desta vez, no preço do gás de cozinha. A Petrobras anunciou nessa terça-feira (5) um reajuste médio de 12,2% para o botijão de 13 quilos do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Revendedores de GLP, Alexandre Borjaili, o preço do botijão de 13 quilos deve ter aumento médio de R$ 8 para o consumidor. Segundo ele, além do reajuste autorizado pela Petrobras, haverá também um percentual relativo a acordos salariais dos empregados do setor, que será embutido no valor.

Em Barroso, a reportagem apurou que o gás deve aumentar cerca de R$10. Hoje, o valor local está entre R$60 e R$65, mas com o aumento anunciado, os valores devem ficar entre R$70 e R$75.

Gasolina

Na prática, o mês de agosto terminou com o preço médio do litro da gasolina a R$ 3,90. No entanto, em alguns postos o combustível já tinha ultrapassado a casa dos R$ 4,20 em Barroso. Para encher um tanque de 40 litros, por exemplo, o consumidor tem que gastar R$ 16 a mais.

Nos últimos quatro anos, a alta dos combustíveis foi maior do que a inflação do período.