Conheça o Passaporte Estrada Real

FOTO/VAN: Andreza de Cácia

O Passaporte Estrada Real é um documento distribuído gratuitamente nos postos de atendimento ao turista. É um registro que o viajante pode fazer das cidades da Estrada Real visitadas. A cada cidade, é recebido um carimbo no passaporte e, a cada caminho concluído, um certificado é emitido, sendo que ao final dos quatro caminhos é recebido um certificado final de Conhecedor da Estrada Real.

De acordo com Cida Zanith (55), funcionária da Secretaria de Cultura de São João del-Rei, o passaporte incentiva o turista. “O pessoal fica com uma expectativa muito grande de conhecer tudo e concluir o percurso para garantir o certificado. Dá uma sensação de vitória quando se acaba o roteiro e se vê que aprendeu e divertiu ao mesmo tempo”, ela afirma.

O turista tem a opção de fazer um passaporte para cada caminho escolhido (quatro ao todo): Caminho Novo, Caminho Velho, Caminho dos Diamantes e Caminho Sabarabuçu. O percurso selecionado disponibiliza as cidades e os referidos pontos de retirada do passaporte. São João del-Rei está dentro do circuito Caminho Velho, que também contempla os municípios de Tiradentes, Paraty e Caxambu. Ao todo são 710 km de percurso, com estimativa de tempo calculada pelo site Instituto Estrada Real, adaptada a cada meio de transporte.

Tiradentes é o ponto de retirada mais próximo de São João del-Rei, onde também é fornecido o carimbo do circuito. Gabriela Rodrigues (34), chefe de seção de turismo da prefeitura do município, afirma que o tempo de espera para a retirada do passaporte é ínfimo. “O passaporte pode ser retirado no mesmo dia em que se faz o cadastro no site, no Centro Cultural Yves Alves”. Gabriela ainda ressalta a importância do passaporte para o turismo: “Acho que o benefício está em divulgar as cidades históricas do caminho Estrada Real, fazendo com que as pessoas se interessem pela história do Brasil e, consequentemente, girem a economia das cidades visitadas”.

Os pontos de carimbo também são disponibilizados no site e, no caso das cidades de São João e Tiradentes, o documento pode ser carimbado na Secretaria de Cultura de ambas, como fez o turista Edson Saldanha (48), de Divinópolis. Ele conta que retirou seu passaporte, há dois anos, em Tiradentes e já está em seu terceiro carimbo. “Gosto muito de história e por isso, logo providenciei o passaporte. Muitas das vezes, viajei e esqueci o meu passaporte em casa, mas agora não saio mais sem ele. Aproveitei essa viagem para incentivar o meu filho de nove anos a retirar também o dele e a aprender mais sobre a história da Estrada Real”.

Para solicitar o passaporte, deve-se preencher uma ficha eletrônica, denominada “Ficha do Viajante”, no site do Instituto Estrada Real. Posteriormente ao preenchimento, o turista deve ir ao ponto de retirada mais próximo e levar 1 kg de alimento não perecível para trocar pelo documento.

Texto/VAN: Isadora Jales