Depois de meses de polêmica e no limite do prazo, a Câmara dos Deputados concluiu na noite de quarta-feira (4) a votação do projeto do Senado que criou o Fundo Eleitoral para as eleições de 2018. A proposta cria um Fundo com financiamento público de cerca de R$ 2 bilhões e ainda prevê regras de distribuição dos recursos.

O projeto vai à sanção do presidente Michel Temer e precisa ser sancionado até o final da semana, um ano antes das eleições de outubro de 2018. Já batizado de “fundão”, ele será abastecido por 30% do valor das emendas parlamentares de bancada previstas para 2018 e ainda dos recursos provenientes da compensação fiscal dada até agora às emissoras de rádio e televisão pela veiculação da propaganda partidária eleitoral.

A aprovação do fundo público teve como principais cabos eleitorais o PMDB, PT e PCdoB. O financiamento privado está proibido por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

“O Fundão é uma tentativa de resolver o problema crônico da influência desproporcional dos grandes empresários e doadores de campanha nos resultados das eleições. Nesse caso, porém, o “remédio” é tão forte e tão amargo que pode piorar o quadro da nossa já debilitada democracia. O “Fundão” onera em demasia os cofres públicos e, pior, ajuda a preservar o status quo, pois garante mais recursos aos partidos e políticos mais consolidados e tradicionais, que são, não por acaso, justamente aqueles mais reprovados pela população hoje”. declara o Colunista Antônio Claret.

Como sempre faz em votações importantes do Congresso, o Barroso EM DIA levantou como votaram os deputados mais votados no município nas eleições de 2014. Confira.

SIM – A FAVOR DO FUNDÃO

Luiz Fernando – 4.924 votos.

Reginaldo Lopes – 957 votos.

Padre João – 155 votos.

Mário Heringer – 111 votos.

Marcus Pestana – 72 votos.

Leonardo Quintão – 38 votos.

Aelton de Freitas – 22 votos.

Dimas Fabiano – 18 votos

Jô Moraes – 16 votos.

Rodrigo de Castro – 14 votos.

Patrus Ananias – 13 votos.

Gabriel Guimarães – 12 votos.

NÃO – CONTRA O FUNDÃO

Eduardo Barbosa – 761 votos.

Domingos Sávio – 181 votos.

Eros Biondini – 174 votos.

George Hilton – 73 votos.

Júlio Delgado – 71 votos

Subtenente Gonzaga – 53 votos.

Stefano Aguiar – 31 votos.

Dâmina Pereira – 27 votos.

Rodrigo Pacheco – 22 votos.

Lincoln Portela – 20 votos.

Marcelo Aro – 14 votos.