Casos de crimes sexuais aumentam 70% em São João del Rei

Imagem ilustrativa

Os casos de crimes sexuais em São João del Rei cresceram quase 70% nos quatro primeiro meses de 2018. De janeiro a abril foram 19 registros e em todo o ano passado a Polícia Civil contabilizou 23.

De acordo com a delegada Alessandra Azalim, a maioria dos casos envolve crianças e adolescentes. ”Tivemos vários casos de estupro de vulneráveis. E esse número pode ser ainda maior se consideramos toda a área de atuação da Polícia Civil de São João del rei que abrange diversas cidades do entorno”.

A delegada conta que os crimes acontecem normalmente na clandestinidade e muitas vezes a criança ou o adolescente têm medo de denunciar. “Elas têm vergonha ou medo das pessoas não acreditarem no que está relatando. E esses casos ficam no que a gente chama de ‘cifras negras’ ou seja, nunca vai chegar até nós”.

Alessandra acredita que o aumento de casos se deve ao encorajamento das vítimas de denunciar os abusos. “Aumentaram as denúncia porque as pessoas estão tendo coragem de denunciar e dando credibilidade à fala. A palavra da vítima tem especial relevo probatório, associado a outros elementos. Normalmente são crimes que não deixam vestígios”, esclarece a delegada.

Ela explica, ainda, que o crime de abuso não está relacionado apenas ao ato sexual. “As pessoas pensam que o estupro de vulneráveis é apenas quando ocorre a conjunção carnal, mas não. É qualquer ato libidinoso que se pratique contra criança ou adolescente menor de 14 anos”, finaliza.

Informações G1