CAMPEÃO!

_MG_5661Não existe comparação, mas também não há nada que nos impeça de comparar o nosso futebol ao cenário nacional, em que o Corinthians faz jus à fama de todo poderoso timão e navega em águas calmas e tranquilas. O mesmo acontece por aqui, ou seja, o Bandeirantes não joga, desfila em campo, exibe seus talentos e está a anos-luz dos seus adversários. Como? É fato que alguns reforços de fora até fazem diferença, mas a maior extravagância está no trabalho realizado pelos desportistas Gilson Boneco e Golô, o João Campos, como é conhecido. Em um trabalho fantástico de base, os dois conseguiram emplacar três conquistas consecutivas da Copa Barroso: 2013,2014 e 2015. E mais, um vice-campeonato em 2012, ou seja, são quatro finais seguidas, uma supremacia que, podemos afirmar porque acompanhamos, vem da base. Muitos dos garotos que hoje disputam a Copa Barroso disputaram ou ainda disputam o Regional de Base de Santa Cruz de Minas. Meninos que estão acostumados a jogar juntos e principalmente acostumados a jogar no estádio João Vigia. Conhecem cada canto daquele campo e estão entrosados, palavra que não se via há muito tempo no futebol local quando os times mantinham suas bases e conseguiam sintonia para entrar em campo. Por fim, dentro de tudo e de todos os limites impostos, podemos afirmar que assim como o Timão é sem dúvida o melhor time do futebol brasileiro, o Bandeirantes é sem nenhum questionamento, há 4 anos, o melhor time de Barroso.

 

Por Bruno Ferreira