Câmara quer informações e acompanhar pré-testes do Co-Processamento

A Câmara Municipal de Barroso aprovou por unanimidade na reunião ordinária desta quinta-feira (12), requerimento de autoria do vereador Eduardo Pinto (PV) que solicita à empresa LafargeHolcim que comissões da Câmara, como de Saúde e Meio Ambiente, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Comissão Pró-Cidadania, acompanhem os Pré-testes do Co-Processamento, autorizado no último dia 26 de março, pela  Superintendência Regional de Meio Ambiente (SUPRAM – Zona da Mata), órgão ambiental estadual responsável pela liberação para o procedimento.

Além do pedido para acompanhar os testes, o requerimento solicita o relatório com os resíduos a serem usados e também a quantidade, composição, origem e poder calorífico, bem como a estocagem, movimentação interna, local da queima, controles ambientais e de segurança. O requerimento pede ainda que o órgão ambiental seja informado sobre o pedido da Câmara.

“As informações que tenho é que o pré-teste é uma das condicionantes que a fábrica precisa cumprir para tentar obter a Licença de Operação (LO), que ela ainda não tem, e o mínimo que podemos fazer é acompanhar de perto e depois, com todas as informações e o relatório em mãos, enviar para uma análise técnica isenta e independente. Espero que a fábrica nos permita acompanhar de perto” disse o vereador.

Audiência Pública

Durante a discussão do requerimento, os vereadores cobraram muito à Mesa Diretora uma Audiência Pública que foi requerida pelo vereador Állan Campos (PSDB) no mês passado para discutir o co-processamento. A Audiência deve ser marcada nos próximos dias e pretende contar com especialistas convidados pela Câmara, por representantes da empresa e toda sociedade interessada no tema.