Na reunião ordinária dessa segunda-feira(27), os vereadores de Barroso aprovaram o Projeto de Resolução nº 17/2017, criando uma Comissão Especial para tratar de questões relacionadas à Polícia Civil em Barroso. A iniciativa veio depois da reclamação de diversos barrosenses sobre a precariedade de alguns serviços prestados pelo órgão no município.

A Comissão Especial será composta pelos vereadores Állan Campos, Eduardo Ferreira Pinto e João Campos (Golô). Eles terão a missão de levantar o máximo de informações acerca das precariedades encontradas, especialmente na área de trânsito e documentação, elaborando um relatório completo e dando um parecer do caso à Câmara Municipal, para que todos tenham pleno conhecimento da real situação em que se encontra a Polícia Civil em Barroso.

O Presidente do Legislativo, Vereador Baldonedo Arthur Napoleão, autor do projeto, explicou sobre a iniciativa. “É muito grave essa situação que todos nós enfrentamos com a falta de estrutura da Polícia Civil em Barroso. Eu fui procurado por um barrosense, que reclamou que será multado porque perdeu o prazo de renovar um documento de seu carro. No entanto, esse cidadão esteve por várias vezes na delegacia e não recebeu atendimento. E ele me procurou, indignado com a situação. É grande a insatisfação das pessoas que dependem, principalmente, das questões de trânsito na delegacia. Por isso criamos essa Comissão específica, para dar uma satisfação à população”, detalhou ele.

O Presidente da Câmara ainda destacou que a Comissão criada com o projeto não substitui a Comissão Permanente de Segurança Pública do Legislativo, que inclusive deverá acompanhar as ações que serão executadas. O resultado do trabalho da Comissão Especial deverá ser apresentado nas próximas semanas, para que o Legislativo possa tomar as devidas providências junto aos órgãos competentes.

Informações Câmara Municipal de Barroso