Bebê de apenas 3 meses morre por desnutrição

Um bebê de apenas 3 meses morreu nesse domingo (7), por desnutrição e anemia, na cidade de Santa Rita de Minas, na Zona da Mata. A mãe da vítima, que já foi tratada na cidade por problemas mentais, está sendo investigada. O pai é desconhecido na certidão de nascimento da criança.

O caso mobilizou moradores e autoridades da cidade, que tem aproximadamente 6.500 habitantes. De acordo com o secretário municipal de Assistência e Ação Social, Ébio Altivo, a equipe do Programa Saúde da Família (PSF) descobriu que o menino estava desnutrido em outubro do ano passado, ao realizar uma visita de rotina na casa da família.

Na ocasião do atendimento, o menino tinha 1 mês e já apresentava quadro de desnutrição grave. O caso foi encaminhado para o Conselho Tutelar e para as equipes de assistência social, que passaram a acompanhar a família. Como a mãe não estava amamentando, foram doadas latas de leite em pó para alimentar o recém-nascido.

Quando o bebê estava com cerca de 2 meses, os médicos da cidade indicaram que ele fosse levado para a UPA de Caratinga para receber soro e sangue. No entanto, de acordo com o Conselho Tutelar, a equipe da UPA alegou que não era necessário, receitou apenas vitaminas para o bebê, e ele teve alta. A morte ocorreu na Maternidade de Caratinga, onde o bebê foi internado no último sábado.

“Fizemos tudo o que podia ser feito, alimento não faltou”, garantiu o secretário municipal. Nos últimos dias de vida do bebê, a mãe teria deixado a criança aos cuidados de uma tia e dos bisavós, que tinham manifestado vontade de cuidar do garoto.

O Conselho Tutelar da cidade informou que, mesmo com o histórico de desnutrição, não pediu a perda da guarda da mãe porque a família sempre demonstrou interesse em ficar com a criança. Moradores ajudavam com doação de leite.