Barbacena ganha 25 novos leitos para cuidados prolongados

Com a publicação da Portaria Ministerial que reconhece o Hospital e Maternidade Isabel Cristina (IMAIP) como Unidade de Cuidados Prolongados (UCP),  dentro da Rede de Urgência e Emergência, Barbacena ganhou 25 novos leitos que aliviarão o fluxo de pacientes das UTIs dos demais hospitais. São os chamados leitos de retaguarda. A informação foi divulgada oficialmente no site da Prefeitura de Barbacena.

O redesenho da saúde pública programado pelo governo municipal em 2013, visava reforçar a rede básica para aliviar o sistema hospitalar. O reconhecimento do IMAIP como instituição de apoio, com 25 novos leitos de retaguarda, praticamente fecha a execução do planejamento realizado há três anos e meio.

UCP

O objetivo da Unidade de Cuidados Prolongados é atender pacientes com quadro clínico estável, mas que necessitam de internação por mais tempo. A  UCP conta com quartos e sala multiuso, para ajudar na reabilitação e acelerar o processo de desospitalização pela equipe multiprofissional, formada por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, assistente social, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo e fonoaudiólogo.

‘Nós sempre quisemos criar esses leitos em Barbacena. É uma inovação na assistência à saúde. A unidade já está recebendo pacientes para que seja desenvolvido o trabalho de assistência e desospitalização’, destaca o secretário de Saúde e Programas Sociais, José Orleans.

Informações Fato Real