APAC realiza a exposição “A Arte Liberta” no Centro Cultural UFSJ

Durante os dias 19 de abril a 27 de maio, a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC, de São João del-Rei realizará a exposição “A Arte Liberta”, no Centro Cultural UFSJ.

A exposição visa levar para um espaço público os trabalhos artísticos feitos pelos recuperandos da unidade são-joanense. “A Arte Liberta” vem para mostrar a sociedade como o incentivo artístico contribui para recuperação dos detentos, assim como desperta dons artísticos. Entre fotografias, pinturas, colchas e outros artigos, mostra-se como a arte não tem restrição e nem donos.

A exposição é composta por três setores. O primeiro é intitulado “A Estrela”, que remete ao projeto desenvolvido na APAC pelo Projeto VOZ, onde capacitou os recuperandos para usar diferentes linguagens artísticas, especialmente fotografia, vídeos e narrativas textuais. O curso durou uma semana e no final o resultado foi uma revista com fotos e matérias produzidas exclusivamente pelos internos. O Projeto VOZ atuou em outras cinco unidades, onde desenvolveu a mesma atividade. Vamos expor fotografias feitas pelos internos durante a composição da revista.

O segundo setor será o “Labor”. Na metodologia apaqueana acredita-se no poder do trabalho para ressocialização. Com isso, dentro do regime fechado há uma sala chamada “Laborterapia”, espaço destinado para a produção de artigos totalmente artesanais e manuais. A laborterapia é uma ferramenta psicológica que visa despertar uma conscientização no preso enquanto ele faz os artesanatos, o objetivo é causar a reflexão dos erros e reconhecer os pontos fracos. Nossa unidade, especificamente, trabalha a pintura, a produção de origamis, de barcos e baús de palito e uma série de artigos em crochê.

O último setor será o “Garimpo”, segunda fase dos trabalhos feitos na APAC. Na unidade são-joanense há as oficinas de serralheria, marcenaria e carpintaria. Esses setores compõem os trabalhos externos da APAC. São produzidos móveis de madeira, além de peças de ferro, lustres e outros.

“A Arte Liberta” vem para mostrar um lado entre o artístico e o trabalho, essência que constitui nosso dia a dia. A exposição é uma parceria com a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e o Centro Cultural UFSJ. Durante a exposição a APAC realizará ainda cinco mesas redondas às quintas-feiras, onde será debatido vários assuntos, como a Metodologia APAC, a Educação no Sistema Penitenciário e o debate sobre a mulher no cárcere, onde vamos receber o fotografo Leo Drummond e a jornalista Natália Martino, autores do fotolivro “Mães do Cárcere”.

A exposição será aberta ao público a partir no dia 20 de abril, de segunda a domingo, das 08 às 20h. A entrada é gratuita.