ACIDENTES EM RODOVIAS DEIXAM 61 MORTOS EM MG

O feriado foi violento nas estradas que cortam Minas Gerais. No total, 61 pessoas morreram entre a sexta (4) e a segunda-feira (7) nas rodovias estaduais e  federais que cortam o Estado. De acordo com balanço divulgado pela superintendência mineira da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv) outras 600 pessoas ficaram feridas em 550 acidentes.

image
Acidente em Grão Mogol vitimando seis pessoas da mesma família

No caso das rodovias estaduais, de acordo com a Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito da PM, as principais causas presumíveis dos acidentes foram falta de atenção ao volante (104), embriaguez (33), derrapagem (29), defeito no veículo (18) e velocidade incompatível (16). Do total de mortos, 34 foram apenas nestes trechos.

Já nas rodovias federais de Minas, o dia com o maior número de mortos foi na sexta-feira, com um total de 10 vítimas. Seis delas foram em um único acidente. Elas pertenciam a uma mesma família, a bordo de um Corolla atingido frontalmente por uma carreta que realizava ultrapassagem proibida na BR-251 em Grão Mogol, no Norte de Minas. Nas BRs houveram menos acidentes fatais, totalizando 27 vítimas. Confira alguns dos acidentes na região:

Acidente grave entre carro e ônibus deixa cinco mortos

Acidente deixa dois mortos e cinco feridos em Resende Costa

Acidentes deixam mais quatro feridos e um morto na região

Fiscalizações

Durante o período de feriado, a PRF executou nas rodovias de todo o país a Operação Independência, que consistiu em uma série de ações para garantir a segurança nas estradas.

Uma das fiscalizações foi de prevenção ao excesso de velocidade. No total, 8.841 motoristas foram flagrados pelos radares cometendo este tipo de infração.
Além disso, 51 condutores foram autuados por dirigirem sob o efeito de álcool e oito deles foram presos.

Balanço nacional

Em todo o país, 92 pessoas morreram em acidentes durante o feriado. A corporação também divulgou o balanço nacional da Operação Independência, que resultou em um total de 129.244 veículos fiscalizados. Destes condutores, 1.056 foram impedidos de dirigir por estarem sob efeito de álcool e 151 foram presos por embriaguez.

As ultrapassagens proibidas, infrações que podem provocar as colisões frontais, um dos tipos de acidentes mais graves e com maior índice de letalidade, também foram observadas, sendo 6.777 ocorrências no total. Ao todo, 69.548 veículos foram multados pelos radares fixo e portáteis da PRF transitando acima da velocidade permitida.

A corporação ainda autuou 384 condutores de motocicletas sem usar capacete, número semelhante ao de crianças sendo transportadas sem a cadeirinha (336 flagrantes).

A falta do uso do cinto de segurança também representou um número expressivo dos flagrantes, sendo 2.609 de motoristas e passageiros transitando em rodovias federais sem usar o dispositivo.

Rodovias estaduais

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) também realizou fiscalizações nas MGs nos quatro dias de feriado. No total, foram feitos 2.001 testes de etilômetro, sendo que 54 pessoas foram presas por embriaguez ao volante. No mesmo período, 44.169 veículos foram fisclizados, 166 apreendidos, 3.308 retidos, 832 removidos e 4 recuperados.

A PMRv também recolheu 230 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH) e Permissões Para Dirigir (PPD), além de 546 Certificado de Registro de Licença de Veículos (CRLV), autuando 531 motoristas sem habilitação.

 

Informações Hoje em dia