ACIDENTE ENTRE CARRO E TREM QUE TERMINOU EM MORTE É INVESTIGADO

acidente_mrs_okA Polícia Civil de Barbacena vai investigar o acidente que matou uma idosa e deixou familiares da vítima feridos ao serem atingidos por um trem em Alfredo Vasconcelos, na última segunda-feira (2). Todos estavam em um carro quando o veículo sofreu uma pane e acabou sendo atingido. Uma investigação paralela também é realizada pela MRS Logística, concessionária que administra a ferrovia, e deve durar cerca de 15 dias.

A MRS informou que a caixa preta da composição será aberta para download dos dados que poderão reproduzir as condições do acidente, como a hora de acionamento da buzina, do freio de emergência e a velocidade em que a composição estava no momento do choque com o carro.

Ainda conforme a MRS, o caso é tratado como prioritário pela concessionária, em razão da comoção e da dor da família. Durante as investigações, o maquinista também será ouvido para prestar esclarecimentos.

O gerente de comunicação Marcelo Kanhan, explicou que diante de qualquer acidente na malha ferroviária, uma comissão se reúne para apurar e entender o que teria contribuído para a ocorrência e que em alguns casos é realizada a reconstituição do acidente pela comissão de investigação.

A Polícia Civil de Barbacena informou que a investigação ficará a cargo da delegada Flávia Camargo Murta, que é a titular do município de Alfredo Vasconcelos. Sobre a ocorrência, a Polícia Militar informou que o maquinista chegou a acionar o freio de emergência, mas que o choque foi inevitável.

O trem arrastou o carro por cerca de 170 metros. Segundo relato das vítimas, a visibilidade no trecho é comprometida, já que a passagem de nível fica após uma curva, não há cancelas e a vegetação está bem próxima à ferrovia. A MRS ressaltou que tudo isso será observado durante a investigação.

Informações G1