CONFIRMADO O FIM DA GREVE

Fim da greve. A Empresa Mendes Júnior, responsável pelas obras de expansão da Holcim, se manifestou na manhã dessa sexta-feira (01), e colocou fim a paralisação. Confira o pequeno comunicado:

COMUNICADO MENDES JÚNIOR

A empresa informa que chegou a um acordo com os trabalhadores e o sindicato para o fim da greve e convoca todos para o retorno imediato ao trabalho.

Barroso, 31 de outubro de 2013.

Há informações que a maioria dos funcionários já retornaram ao trabalho. Todos os dados e o acordo entre as partes será publicado na edição impresso do jornal Barroso EM DIA, no próximo dia 09 de novembro. 

 

ENTENDA A PARALISAÇÃO

Cerca de mil e 200 funcionários foram para as ruas de Barroso, na manhã da quarta-feira (16). Uma passeata pacífica saiu da sede da empresa, no alto da Fábrica, bairro do Rosário, e desceu rumo à Praça Sant´Ana. Um carro de som e alguns líderes puxavam gritos de “guerra” entre os funcionários.

Essa é a terceira paralisação da Mendes Júnior, responsável pelas obras de Expansão da Holcim, em Barroso. Na manhã da terça-feira (15), alguns funcionários da empresa, liderados por uma comissão de paralisação, resolveram interromper os trabalhos novamente. Por enquanto, em todos os canteiros de obras da Expansão. Os escritórios continuam funcionando normalmente.

Com o respaldo do SITICOP – Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Construção Pesada de Minas Gerais, os funcionários elaboraram ainda, na manhã da terça-feira, uma pauta de reivindicações. Foram quinze itens entre as exigências. Eles cobram entre outras reivindicações:

Melhoria na Alimentação;  Nos próximos 90 dias, o pessoal que estiver envolvido na greve não pode ser demitido; Tolerância nos pagamentos, pois está havendo atrasos; Vale transporte; Redução no aviso para 60 dias; Receber o dinheiro da Baixada na Conta Poupança; Vale Alimentação no valor de R$ 300,00 (trezentos reais); hoje é de R$150, Horas Extras na semana a 100% (cem por cento); hoje é 70%, e  nos Finais de Semana a 150% (cento e cinquenta por cento); Salubridade para Todos; Aumento salarial a 16% (dezesseis por cento), fora o dissídio; Para os funcionários que moram acima de 600 km, pagar passagem de avião incluindo a ida e volta.

 

 

 

Se você gostou deste post, COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS.
8606 visualizações foram feitas desta matéria. Se gostou curta esta página!

Nenhum Comentário

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Os comentários estão fechados.