10° edição Felit tem início nesta quinta-feira, em SJDR

Inácio de Loyola Brandão, homenageado desta 10° edição.
Inácio de Loyola Brandão, homenageado desta 10° edição.
Inácio de Loyola Brandão, homenageado desta 10° edição.

Acontece no Campo das Vertentes a 10° edição do Festival de Literatura de São João del-Rei e Tiradentes (Felit). O evento traz atrações importantes para os dias 24, 25 e 26 de novembro, com atividades para todas as faixas etárias.

Dentre as principais atrações está abertura solene com o autor homenageado, Ignácio de Loyola Brandão, no dia 24, às 19h, no Centro Cultural Feminino. Já no dia 25 haverá mesa redonda com o tema “Literatura e outras artes” e a presença de Brandão, às 10h, no bar O Bistrô. Haverá ainda lançamento do livro Os meninos que queriam escrever, produção dos alunos da Oficina de Formação de Jovens Autores do Felit, às 19h, no Centro Cultural Feminino.

No último dia do evento, 26, dois lançamentos de livros fecham a programação. O quarto encantado, de Leandro Rocha, vem a público às 18:30 na Taberna do Omar; e Na dança da vida, da escritora Luíza Teixeira de Carvalho, ganhará os holofotes às 20h, no Centro Cultural Feminino. Além disso, a Feira de Livros e o 6° Circuito Gastronômico compõem o evento durante os três dias.

A programação completa de cada data, bem como os endereços e horários das atividades, estão disponíveis para consulta na página do evento Facebook ou, ainda, no endereço www.felit.com.br

Felit

Segundo o coordenador geral da iniciativa, Lucio Carvalho, o Felit foi criado para fomentar a leitura e trazer cultura para os dois municípios que abrange. Tudo isso além de chamar a atenção dos órgãos públicos e de empresas municipais para a importância de ações culturais. Afinal, elas fomentam a economia através do Turismo ou mesmo do consumo dos produtos ofertados pelos comerciantes.”Nossa esperança, com o Felit, é conseguir sensibilizar aqueles que detêm o poder político e econômico da cidade para apoiarem não apenas o festival, mas os eventos culturais da cidade. Isso, como já disse, atrai o turista e, consequentemente, faz a cidade crescer financeiramente”, ressalta Carvalho.

Perguntado sobre a expectativa de participação do público no evento, o coordenador se diz otimista e espera receber pelo menos 6 mil pessoas.

Retrospecto

Ao falar sobre a década inteira de Felit, Lúcio Carvalho, ressalta os mais de 100 autores nacionais renomados que já participaram dos eventos e faz um balanço positivo das edições.

O coordenador do festival lembra que a tarefa de chamar a atenção pública para a necessidade e os benefícios da leitura é árdua. “Acreditamos que, para sensibilizarmos uma sociedade e principalmente a classe empresarial que poderia nos apoiar efetivamente, precisaremos de paciência e tempo. No entanto, temos visto uma crescente participação popular em nossas atividades, principalmente de crianças e jovens”, avalia.

Outro ponto abordado por ele foi o reconhecimento da população em relação ao valor cultural, social e econômico do Felit. Para Carvalho, o que confirmou e deu força a essa percepção foi o número de doações anônimas recebidas para que a edição 2016 do evento pudesse acontecer.

Informações Rádio São João del Rei